A ESTRELA CADENTE



Ontem vi uma estrela cadente. Eram aproximadamente 22h35, eu saia da faculdade, ainda estava na pista quando me deparei com aquele risco luminoso que se dissipou em instantes. Lembrei-me instantaneamente que deveria fazer um pedido, mas travei. Pensei em uma bobagem a toa, mas aquilo não era de verdade meu desejo.

Tive essa mesma reação todas as vezes na minha vida que vi uma estrela cadente. Nunca soube ao certo o que desejar. Assim como também sempre acontece quando é meu aniversário e eu tenho que cortar o bolo fazendo um pedido. Eu podia pedir uma boa vida profissional e muito dinheiro... Mas, ser bom é algo que a gente conquista e muito dinheiro, bom, vamos pular essa parte, afinal, estudo para ser jornalista (risos!).

Apesar do mito de se fazer um pedido às estrelas cadentes, sabia que elas não se passavam de "pedras espaciais" que ao entraram no campo atmosférico a uma velocidade muito grande se desfazem, resultando no fenômeno luminoso e passageiro. Após o segundo de êxtase, parei para pensar e me perguntei quantas vezes vemos uma estrela cadente em nossas vidas? Penso que poucas. Por outro lado, ouvi dizer que o fenômeno é mais comum e mais recorrente do que possamos imaginar.

ORIGEM
Perguntei? O Google responde. Em uma breve pesquisa com as palavras "estrelas cadentes", em "0,25 segundos", surgiram diante dos meus olhos quase 230 mil resultados. O primeiro, da famosa wikipédia, deixei para lá. O segundo, um link para a Revista Super Interessante, trazia a seguinte descrição:

"As estrelas cadentes são fenômenos luminosos que ocorrem na atmosfera, decorrentes do atrito e da vaporização de corpos sólidos vindos do espaço, os chamados meteoróides. Quando estes penetram na atmosfera, a velocidade de até 250 mil quilômetros por hora, se desintegram, dando origem a um rastro luminoso e ionizado, de curta ou longa duração os meteoros ou estrelas cadentes. Numa noite escura, com o céu muito limpo, pode-se observar, com alguma sorte, mais de dez estrelas cadentes por hora, às vezes acompanhadas de explosões semelhantes a um trovão abafado."

E não é que eu estava certa? Mais de dez estrelas cadentes por hora. Isso não quer dizer que em segundos olhando para cima veremos o encantador risco no céu, mas é uma probabilidade bem grande, de em menos de dez minutos, a chance de fazer um pedido acontecer.

Minha dúvida estava esclarecida, mas continuei a fuçar por mais alguns links. O terceiro era do Observatório da UFMG. Contava sobre uma chuva de meteoros - ou de estrelas-cadentes - que cairía(!?) sobre a Terra em 1998. No artigo, um tal professor explicava que naquela noite poderiam chegar a 75 estrelas por hora caindo sobre a Terra. Sinceramente não achei nada de interessante em algo que aconteceu há anos, época em que pouco me importavam determinados assuntos e que Internet, e até mesmo computador, eram coisas que sequer existiam, ao menos em meu universo.

O quarto era de um blog, indicador de links interessantes, com um pequeno texto parecido com este meu, de forma beeem mais resumida e com um link para um vídeo com imagens espetaculares, de estrelas cadentes de uma maneira que jamais vi, mas que mais pareciam com naves extraterrestres chegando à Terra. E então, mais um link para um blog, chamado Estrela Cadente. Pareceu-me óbvio demais, inclusive, eu esperava encontrar com um link dessa espécie. Percebi que a cada vez que eu baixava a página, ficava mais desinteressante a busca. De pensar em era quase 230 mil resultados, deixa para lá! Desisti de continuar, afinal, o que eu queria, já tinha encontrado.

MITO
Outro fato que aproveitei para pesquisar é por que fazemos pedidos às estrelas cadentes. Não encontrei nenhum site de fonte confiável, talvez por preguiça de fazer uma pesquisa decente, afinal, diziam meus amigos de colégio técnico, quando eu fiz Informática: "Google é igual mãe, você tem que saber pedir".

Mas encontrei o site de um escritor - Fernando Dannemann - que contava sobre a lenda e comentava os meteoros sob o olhar da astronomia. Lá, o autor diz: "a risca luminosa que vez ou outra aparece no céu, momento em que, segundo a crença popular, um pedido deve ser feito pelo observador, porque é quase certo que esse desejo irá se realizar. Essa superstição existe desde tempos imemoriais, pois os homens e mulheres de antigamente acreditavam que aquele traço brilhante que viam percorrer o espaço num piscar de olhos, era parte do reino dos deuses que caíra por acidente quando eles abriam buracos na abóbada celeste, para espiar o nosso mundo. Assim, as estrelas cadentes seriam indícios de aberturas ao mundo das entidades divinas, e por isso mesmo um pedido lhes poderia ser formulado". Mais explicações?

Espero, quem sabe da próxima vez, saber o que pedir à estrela. Já dizia Pedro Bial: saúde e paz, o resto a gente corre atrás...

Comentários

  1. Anônimo2:09 PM BRT

    perfeito. amei o texto... parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo2:24 AM BRST

    muito lindo o texto nunca vi um igual.
    estava pesquisando pela estrela cadente e descobrir muitas coisas interessantes sobre ela e esse texto foi a fonte de meu aprendizado .

    ResponderExcluir
  3. Anônimo1:30 AM BRST

    oie,passei pelo seu blog e adorei o texto...
    mas posso te afirmar que o pedido que vc ñ soube fazer,existe um homem que sabe exatamente qual é...
    este conhece oteu pensar,o teu agir ,o teu viver e oteu sentir :este homem se chama JESUS.
    MARAVILHOSO FINDI.
    BJUZ ESTRELA CADENTE...

    ResponderExcluir
  4. Anônimo2:33 AM BRT

    HOJE EU TAMBÉM VI UMA ESTRELA CADENTE, ESPERO QUE MEU DESEJO SE REALIZE *-*

    ResponderExcluir
  5. Anônimo2:33 AM BRT

    nossa MUITO BOM MESMO : )

    ResponderExcluir
  6. Anônimo6:56 PM BRT

    eu tbm vir uma estrela cadente fiquei meia que confuza na hora do pedido, mais eu creio em Deus que esse desejo se realizará em breve. em nome de jesus

    ResponderExcluir
  7. Anônimo7:56 PM BRT

    Cara Roxane,
    Que interessante, tenho uma filha com esse nome, Roxane.
    Por acaso (!?) me deparei com seu blog e li esse texto sbre a estrela cadente.
    Deu-me vontade de lhe contar algo a respeito: por que eu realmente não sei, mas que o tal pedido feito à estrela cadente realmente é atendido, isso eu posso dizer que sim.
    Já tive pedidos atendidos e um tão prontamente que virou um conto escrito pela escritora Arádia Raymon : http://www.recantodasletras.com.br/contosinsolitos/805804

    leia o conto no site da escritora e saiba que é tudo verdade. Aconteceu comigo. Se me perguntar por que a estrela atende ao pedido, não sei te explicar, mas a danada atendeu ao meu pedido tão prontamente que ainda hoje fico aturdida.
    Mas talvez eu saiba dizer porque o seu pedido não é atendido: você não sobre pedir, não conseguiu pedir, não sabia o que pedir. Na vida, querida Roxane, precisamos saber o que queremos, ou ficaremos vedo a vida passar, sem nada realizarmos.
    Pense nisso,
    grande abraço,
    Júlia ( a mesma Júlia do conto Estrela madrinha, estrela minha).

    ResponderExcluir
  8. Anônimo9:30 PM BRST

    acabei de ver uma por alguns segundos , mas sempre vejo nao sei se é sorte ou nao sei que é lindo por demais . semana passada vi uma que tammbem demorou por alguns segundos aquel raio luminoso lindo muito lindo mesmo .

    ResponderExcluir
  9. Anônimo5:56 PM BRT

    Excelente texto ! Adorei, espero que se realize o meu desejo!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Processo de obtenção do visto de voluntário na Inglaterra - Reino Unido

Padrão fitness