Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

JORNALISTA...

Imagem
...não fala – informa
...não passeia – viaja a trabalho
...não conversa – entrevista
...não faz lanche – almoça em horário incomum
...não é chato – é crítico
...não tem olheiras – tem marcas de guerra
...não se confunde – perde a pauta
...não esquece de assinar – é anônimo (eu diria é Da Redação)
...não se acha – ele já é reconhecido
...não influencia – forma opinião
...não conta história – reconstrói
...não omite fatos – edita-os
...não pensa em trabalho – vive o trabalho
...não vai à festas – faz cobertura
...não acha – tem opinião
...não fofoca – transmite informações inúteis
...não para – pausa
...não mente – equivoca-se
...não chora – se emociona
...não some – trabalha em off
...não lê – busca informação
...não traz novidade – dá furo de reportagem
...não tem problema – tem situação
...não tem muitos amigos – tem muitos contatos
...não briga – debate
...não usa carro – mas sim veículo
...não é esquecido – é eternizado pela crítica
JORNALISTA não morre – coloca um ponto final

Dedica…

nostalgia das besteiras...

Imagem
"De ontem em diante serei o que sou no instante agora Onde ontem, hoje e amanhã são a mesma coisa Sem a idéia ilusória de que o dia, a noite e a madrugada são coisas distintas Separadas pelo canto de um galo velho (...) Todo dia de manhã é nostalgia das besteiras que fizemos ontem" (O Teatro Mágico)

Dia Internacional da Mulher

Hoje é o Dia Internacional da Mulher e gostaria de deixar uma mensagem a todas nós! Pensando em algo para postar por aqui, resolvi compartilhar, ainda que de maneira resumida, a mensagem do pastor Vinícius Silva, do culto de ontem na Igreja Presbiteriana da Vila Rosália. Posso dizer que foi uma das mensagens que valeu a pena estar lá para ouvir. Segue...
" Dia 8 de março é o Dia Internacional da Mulher! Esta data é para ser lembrada com festa, mas também com profundo pesar. As mulheres do século XVIII eram submetidas a um sistema desumano de trabalho, com jornadas de 12 horas diárias, espancamentos e ameaças sexuais.
Dentro deste contexto, 129 tecelãs da fábrica de tecidos Cotton, de Nova Iorque, decidiram paralisar seus trabalhos, reivindicando o direito à jornada de 10 horas. Era 8 de março de 1857, data da primeira greve norte-americana conduzida somente por mulheres.
A polícia reprimiu violentamente a manifestação fazendo com que as operárias refugiassem-se dentro da fábrica. Os …