Dia da Mulher: empreendedoras de sucesso

Hoje é Dia Internacional da Mulher! Como homenagem vou publicar uma reportagem de minha autoria publicada no Especial Dia da Mulher, hoje, no Jornal de Limeira. É sobre mulheres empreendedoras, que se tornaram destaque no mercado de trabalho e mais que isso, no mundo dos negócios! Obrigada Orenir e Marli pela entrevista, vocês ficaram maravilhosas!

Empreendedoras e suas trajetórias de sucesso

Orenir: de sacoleira a empresário de sucesso
(Foto: Arquivo pessoal)
Dentre as maiores conquistas da mulher ao longo dos séculos, a inserção no mercado de trabalho pode ser considerada uma das principais. Há ainda mulheres que foram além, utilizaram todo o seu espírito empreendedor e conquistaram a posição de empresárias. Essas empreendedoras enfrentam dia após dia os desafios da carreira administrando seus próprios negócios.

Exemplo limeirense de empreendedorismo de sucesso é a empresária Orenir Aparecida Dolfi Zovico, 58 anos. Ela começou sua carreira em 1976, como sacoleira, vendendo bijuterias. "Mas eu sempre tive vontade de ter algo próprio, foi então que montei, em fevereiro de 1979, uma loja para vender 'bijus', a Orenir Presentes, que hoje leva o nome Orenir Festas e Fantasias", contou.

Seu estabelecimento foi crescendo e se expandido para outros setores ao longo dos anos. Ela afirma ser a pioneira na comercialização de fantasias e também ter criado o primeiro bufê de festas infantis da cidade. "Desde aquela época foi um sucesso, mas foi preciso muito trabalho e dedicação, como é até hoje", comentou.

Quem também tem uma história de empreendedorismo é a educadora e empresária Marli Aparecida Billato de Oliveira, 59, que em sociedade com Margareth Cristina Soffiatti Ruberto, 46, é fundadora e proprietária do Colégio Portinari. "Eu não busquei o empreendedorismo. É algo que surge na gente. Entendo que é um aprendizado pessoal, motivado pela iniciativa e percepção diante das oportunidades", comentou Marli.

Ela dedica o sucesso à proximidade com a família. Acredita que esta é a base para qualquer empreendimento dar certo. "Somos uma família empreendedora. Meu marido me orientou quando decidi abrir uma escola. Ela começou pequena, com 17 alunos. Hoje, com quase 15 anos, temos mais de 600 alunos", disse.

Orenir relata que até hoje é necessário empenho e pensar à frente do momento atual, adiantando tendências. "Tem que estar sempre na ativa e atualizada. Isso me motiva muito. E não é porque a loja cresceu que temos menos trabalho. É sempre muito esforço", afirmou. Os desafios da mulher empreendedora são muitos, na visão de Orenir. "Além do seu negócio, a mulher tem casa e filhos, por isso, é preciso muito foco no que faz, o mercado é competitivo", destacou.

O conselho de Orenir para as mulheres que desejam seguir carreira nos negócios é manter o foco, ter perseverança e seguir sempre em frente. "Tem que ter muita garra, pois sempre é difícil começar e tocar um negócio", opinou. "Precisa trabalhar muito e sem desanimar, faço tudo com muito amor, pois, para mim, trabalhar é sempre prazeroso", comentou.

Para Marli, o maior desafio é se manter atualizada. "Você tem que gostar muito do que escolheu fazer e estar atualizada. Demanda leitura, participação em congressos. Naturalmente você busca saber mais", disse. Por outro lado, Marli compartilha da mesma opinião de Orenir, a respeito da família. "Além disso tudo, não podemos deixar de lado nunca a família, é ela quem nos traz um estado de equilíbrio", afirmou.

Hoje em dia, após quase 15 anos da fundação do colégio e a expansão de sua estrutura, Marli diz estar satisfeita com o trabalho realizado junto com a sócia. "Me sinto realizada, mas não finalizada. A gente não pode acomodar nunca", disse, apontando mais um fator essencial na mulher empreendedora. "Trabalho muito, muito mesmo, mais que as oito horas habituais", apontou.

Além do trabalho, ambas se dedicam também a participar do CME (Conselho da Mulher Empreendedora) da Acil (Associação Comercial e Industrial de Limeira). "São mulheres maravilhosas e batalhadoras, estamos unidas e com muito prazer vencemos desafios", destacou Orenir.

Marli: após quase 15 anos, mais de 600 alunos
(Foto: Maurício R. Martins/Jornal de Limeira)

Comentários

Postagens mais visitadas