abril: meu ano novo



As manhãs são ensolaradas, as tardes quentes e à noite venta - um vento frio, por vezes pede um casaco. Chegou o outono. Há algumas semanas a estação já dá suas caras por aqui. Às vezes faz tanto calor quanto sempre e me perguntou quando é que isso vai acabar. Mas me conforta saber que logo o frio estará definitivamente por aqui. Por alguns meses vamos flertar e nos curtir.

Chegou também abril, um mês tão querido para mim. Tenho particular afeição por ele, abril tem todo um significado especial. Minha vida começou nele e ele me traz muita energia, vigor! Abril e outono, suas particularidades e nossas afinidades.

É o mês que acabam as torturas do verão - sol quente, calor e mal estar. Gosto de praia, de piscina e elas só combinam com o verão. Mas fora isso, fico entediada sempre que mais um dia quente chega. Calor em excesso não é comigo. Gosto mesmo é de edredon, de roupa quentinha. Frio em excesso também é chato. Doem os dedos, queima a bochecha. Mas ainda fico com a temperatura polar, ao invés do clima desértico. Gosto de não precisar de ar condicionado para ser feliz, de não achar ruim sair na rua porque o sol está quente.

Abril (quase sempre) é o mês da Páscoa. Não sou chocólatra, acreditem. Gosto, mas não exagero. Ontem mesmo meu domingo se bastou em um bombom Sonho de Valsa. E meu carinho por essa data tem outro motivo especial: lembrar da ressurreição de Jesus Cristo. É a semana mais importante do cristianismo, é a concretização do plano divino para o Deus Filho. Como esquecer dessa atitude maravilhosa?

Em casa, abril também é sinônimo de festa. Eu e meu pai fazemos aniversário. É uma daquelas oportunidades de reunir os familiares queridos para uma festa que é toda nossa. Alguns amigos também aparecem. Ligações, mensagens. Só temos a comemorar. E há um ano a festa aumentou. Abril é o mês da minha graduação - minha colação de grau foi em 1º de abril de 2011. Enfim jornalista, enfim formada...

E é em abril que costuma cair minha ficha que o ano enfim começou. Eu sei, é tarde! Já se foram mais de três meses. Já passaram as férias, o carnaval.  Tudo caminha normal. Acho que meu ano não segue o calendário tradicional, o gregoriano. Eu tenho um calendário próprio. Meu réveillon acontece no 1º de abril. Eu me alegro, eu sonho, eu faço planos, eu traço metas, eu penso na vida sempre que a palavra de quatro letras entra em vigor, sempre que viro a quarta página do calendário de mesa.

Minha foto já está nos murais da empresa. Ela e mais sete outras, no cartaz que anuncia os aniversariantes. Uma blusa reserva já está no banco de trás do meu carro. Dois casacos novos já foram comprados, os velhos foram retirados do guarda-roupas. Já comemoramos com um jantar e cupcakes o aniversário do meu pai e já penso em como festejar o meu nos próximos dias. E para mim, feliz ano novo. Suspeito que abril esteja trazendo bons ventos...

Comentários

  1. Tenho certeza que abril está trazendo ÓTIMOS ventos para você...e quem sabe para mim! Tenho fé! Nada como um novo mês, uma nova estação, uma nova energia! Que abril seja lindo! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Com certeza Ste!!!! Novas coisas, uma nova história...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas