Jovens vão a MG em viagem missionária

São Thomé fica no pico de uma montanha de pedra;
cidade é conhecida pelas belezas naturais e misticidade


São Thomé das Letras é uma cidade mineira a 336 quilômetros de distância da capital paulista, popularmente conhecida por ser mística e carregar consigo belezas naturais. São os encantos desse município turístico e voltado à agricultura e extrativismo, com apenas 6.650 habitantes, que atraem milhares de turistas ano após ano.

É também ano após ano que um grupo de jovens vai até a cidade durante o principal final de semana do ano, o de aniversário da cidade, para levar auxílio emocional, relacional e espiritual a cada visitante do lugar. Isso porque muitos são levados a cometer abusos como o uso excessivo de drogas, prostituição e até mesmo suicídios, como conta o pastor da Igreja Presbiteriana da Vila Rosália e organizador da viagem missionária, Vinícius Silva.

“São Thomé das Letras é uma cidade desacreditada por muitas pessoas, tanto de fora como nativos da cidade. Apesar da sua maravilhosa beleza e riqueza natural, é conhecida no Brasil todo como uma cidade mística e liberal. Talvez a primeira lembrança quando se fala da cidade seja um cigarro de maconha, uma garrafa de bebida ou até mesmo uma cidade esquecida”, avalia o pastor.

Os jovens partem na noite de hoje para São Thomé. O grupo de voluntários de aproximadamente 100 pessoas, em dois ônibus, estará em São Thomé para o trabalho missionário e evangelístico no município. A viagem missionária reunirá até o próximo domingo não só limeirenses, mas também pessoas de outras cidades do Estado de São Paulo e de Minas Gerais.

“Estamos sempre tentando plantar uma semente naquele lugar. Levamos grupos de teatro, dança, hip-hop, bandas de rock, pirofagia e fantoches para as crianças, além de muitos folhetos de conscientização”, explica Silva. “É a 11ª vez que vamos para lá, o desafio é sempre o mesmo, vamos com a missão de resgatar e devolver filhos para os braços dos seus pais, reconciliar o homem com Deus e nosso amado Jesus. A expectativa é grande”, diz.



A viagem missionária acontece há 11 anos. O projeto teve início com jovens que “abandonaram o vício das drogas, prostituição, desordem familiar, mentira, arrogância e a fuga ilusória, e procuraram ajuda em Deus e foram acudidos, em tempo, de serem restaurados”, segundo o pastor, para então levarem apoio a outros jovens em situação precária.

Comentários

Postagens mais visitadas