Dia de caça...

Sou um pouco jovem para lembrar e entender algo além da atual formação da Câmara Municipal de Limeira. Entretanto, um pouco mais de três anos de observação política, já é suficiente para que eu realmente me espante com a situação da atual câmara.

Um vereador resolveu deixar a cadeira para voltar a ser secretário de Cultura, seu principal cargo no município nos últimos anos. Farid Zaine (PDT) deixou seu posto no plenário para o primeiro suplente, Serginho Sterzo (PDT), filho do atual secretário de Governo e Desenvolvimento, Sérgio Sterzo. Com seus poderes na prefeitura, Sterzo (o pai) jamais deixaria o cargo em troca da vaga do filho na Câmara.

O jovem deixou de assumir apresentando uma carta de renúncia dizendo que seu pai era responsável por mais de 500 emrpesas nessa cidade. Renunciou. Em seu lugar deveria entrar o vereador Fausto de Paula, o seguinte suplente. Entretanto, hoje, abrindo o jornal, me surpreendi mais uma vez. Sete da manhã, fui ler a manchete e está lá "Procura-se um vereador". Fausto também não quer.

É outro caso excepcional. O segundo suplente não querer assumir a cadeira. Mas eis que surge o terceiro problema. O suplente seguinte a Fausto - que de acordo com apuração do JL deve apresentar nos próximos dias sua renúncia - é Carlos Gomes Ferraresi. O que haveria de mal em mais um suplente, não fosse este, Ferraresi, ser acusado do recebimento de propina da empresa SP Alimentação, no caso chamado de Máfia da Merenda, há alguns anos atrás, quando exercia um mandato, para que arquivasse o caso em uma CPI.

A atual CPI, a segunda já do mesmo caso, investiga a SP por ter pago a dois vereadores, integrantes da comissão anterior, César Cortez e Ferraresi, para que arquivasse o caso, claramente, corrupção. O delator do caso diz que Ferraresi foi um dos que recebeu dinheiro.

Agora ele é cogitado para assumir a cadeira, mas e aí, como fica? Vereador que passa por investigação de um CPI, pode assumir cadeira? Lembrando que Cortez já está na mira da comissão, segue afastado do cargo desde que o caso estourou no final do ano passado. O vereador já foi ouvido pelos integrantes, assim como também Ferraresi. Ambos negaram as acusações, mas como é possível que tenham de fato envolvimento no esquema, Cortez deve passar por uma Comissão Processante (CP), que pode lhe custar o cargo.

E a vaga de Ferraresi... de Fausto... de Serginho... de Farid? Todos governistas, todos do partido do prefeito. Seria um bom momento que Farid voltou ao seu lugar na pasta? Eis um momento de abalo no governo, afinal, há uma vaga na Câmara, e não se sabe o que fazer?

Limeira fica a mercê dos políticos que não querem honrar com o compromisso firmado nas urnas. Como fica o povo que votou nesses candidatos? Eles ganharam a confiança dos eleitores, com seus rostos em placas, chamadas na TV, no rádio. Convocaram a população para que fossem as urnas levando seus nomes, mas agora, se recusam a assumir um lugar que o povo lhes dá em troca da representatividade. Infelizmente é assim. E agora segue a caça pelo vereador que vai assumir esse lugar.

Referência a essa notícia: http://www.jlmais.com/index.php/cidades/politica/93670-fausto-tambem-quer-evitar-camara

Comentários

Postagens mais visitadas